O IAD – Instituto de Apoio ao Diabético – é uma organização sem fins lucrativos criada com o objetivo de auxiliar no diagnóstico e tratamento dessa doença que atinge cerca de 13 milhões de pessoas no Brasil.

No ano de 2015 estima-se que mais de 130 mil pessoas tenham morrido, em nosso país, com problemas relacionados a diabetes. Muitos portadores descobrem a doença tarde demais. O exame de glicemia (com uma amostra de sangue retirada por um furinho no dedo), que é o mais comum, nem sempre é o suficiente para indicar a doença.

Calcula-se que em solo brasileiro, aproximadamente 5 milhões de pessoas têm diabetes mas ainda não foram diagnosticadas. O IAD tem o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira em prol de um mesmo ideal, o apoio aos portadores desse grave mal que aflige nossa população.

O gasto médio anual de um brasileiro com o tratamento da diabetes é, em média, de R$ 5.345,90. É por entender que a maioria dos portadores não têm condições de arcar com esses custos, e pelas milhões de pessoas que têm a doença mas ainda não foram diagnosticadas, que o IAD foi fundado.